Notícias

Indaiatuba recebe pulmão gigante para conscientização sobre novembro branco

  • Publicação: 20/11/2020 16:31h
  • Redator(es): Darlene Ribeiro e Carolina Pimentel
  • Release N.º: 885

Foto

Foto: Divulgação

A campanha de conscientização do câncer de próstata, o Novembro Azul, já é bastante consolidada no mundo todo. Mas o mês de novembro também chama a atenção para outro tipo de tumor, o de pulmão. E para chamar a atenção da população Indaiatuba para este tipo de tumor, o Grupo SOnHe (Sasse Oncologia e Hematologia), por meio da sua Campanha Papo de Homem, em parceria com a Prefeitura de Indaiatuba, vai instalar no dia 23 de novembro um inflável gigante do órgão no Ponto Cidadão (antigo Terminal Rodoviário) das 8h às 12h. Já no dia 30 quem recebe o órgão gigante é a rede de supermercados Good Bom localizada na Rua João Giaquinto, 386.

A secretária de saúde, Graziela Garcia, destaca que esta ação faz um importante alerta para o segundo tipo de câncer mais comum no Brasil (sem contar o câncer de pele não melanoma). “As medidas de alerta e prevenção são sempre as melhores formas de garantir mais saúde e qualidade de vida. Por essa razão nos unimos à inciativa do grupo SOnHe para destacar o novembro branco, que é de grande importância para todos nós, uma vez que a estimativa do Inca (Instituto Nacional do Câncer) é de 30.200 novos casos de câncer de pulmão no Brasil somente neste ano”, salientou.

Segundo o André Deeke Sasse, CEO do Grupo SOnHe – Sasse Oncologia e Hematologia, no Brasil, o câncer de próstata é o mais comum nos homens (sem considerar os tumores de pele não melanoma). Cerca de 30,% de todos os tipos de câncer masculino é o de próstata, seguido pelo de pulmão (8,7%), que é o primeiro no ranking dos canceres em todo o mundo desde 1985, tanto em incidência quanto em mortalidade. “Um bom motivo para também alertar a população neste mês de novembro. Estamos enfrentando uma pandemia, mas nem por isso devemos deixar de realizar ações para conscientizar a população sobre um câncer evitável, como o de pulmão, uma doença letal que na maioria das vezes com a parada do uso do cigarro pode ser evitada”, afirma.

De acordo com Vinicius Correa da Conceição, também oncologista do Grupo SOnHe, o tabagismo e a exposição passiva ao tabaco são importantes fatores de risco para o desenvolvimento de tumor no pulmão. Em cerca de 85% dos casos diagnosticados, o câncer de pulmão está associado ao consumo de derivados de tabaco. “Os pacientes que fumam têm, em média, 14 anos a menos de expectativa de vida em relação aos que não fumam. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, 7 milhões de mortes ao ano ocorrem por doenças causadas pelo cigarro, sendo 12% dessas mortes em fumantes passivos. Só no Brasil são 400 mortes por dia.

Sobre o Grupo SOnHe

O Grupo SOnHe - Sasse Oncologia e Hematologia, é formado por oncologistas e hematologista que fazem o atendimento oncológico humanizado e multidisciplinar no Hospital Santa Tereza, Instituto do Radium, Madre Theodora, três importantes centros de tratamento de câncer em Campinas. E no Hospital Santa Casa, em Valinhos. A equipe oferece excelência no cuidado oncológico e na produção de conhecimento de forma ética, científica e humanitária, por meio de uma equipe inovadora e sempre comprometida com o ser humano. O SOnHe é formado pelos oncologistas: André Deeke Sasse, David Pinheiro Cunha, Vinicius Correa da Conceição, Vivian Castro Antunes de Vasconcelos, Rafael Luís, Susana Ramalho, Leonardo Roberto da Silva e Higor Montovani e pelos hematologistas Márcia Torresan Delamaine Bruno Kosa Lino Duarte. Saiba mais: no portal www.sonhe.med.br e nas Redes Sociais @gruposonhe.


Fotos


Notícias relacionadas